Finalmente um programa de TV sobre aquarismo! Será mesmo? confira nossa análise.

Finalmente um programa de TV sobre aquarismo! Será mesmo? confira nossa análise.

Estreou recentemente no Animal Planet o programa Tanked, traduzido para o Brasil como “Com água até o pescoço”, muitos esperavam um release nosso logo no primeiro episódio, porém decidimos ser cautelosos e esperar alguns episódios para ter uma análise mais real e objetiva sobre o programa, confira!

 

 

Como todo programa de TV, o casting precisa ser muito bem escolhido, com personagens/apresentadores carismáticos e que cativem o telespectador, gerando assim uma sinergia que tem que existir para que ambos fiquem satisfeitos. Nesse ponto o programa cumpre seu papel, os dois donos da empresa, responsáveis pelos projetos são carismáticos e levam a maioria dos assuntos do programa na brincadeira, isso torna o programa leve, ideal para toda a família, inclusive para quem não curte aquarismo, ponto para eles.

Agora vamos abordar como os projetos são concebidos e a maneira como eles desenrolam no programa.

O Briefing

As pessoas que pedem os aquários não se preocupam com nada, simplesmente dizem o que gostariam e dão liberdade total de criação dentro do tema. Embora isso possa parecer estranho para nós aquaristas, temos que lembrar que os clientes da empresa não são aquaristas e simplesmente querem ter um aquário para decorar o ambiente.

Dentro deste cenário surgem aquários inusitados como cabines telefônicas, aquários com tema “máfia” um fliperama aquário e até mesmo um taxi já virou um belíssimo aquário.

A Execução

O mais legal é ver os caras pensando em como construir o aquário, normalmente feito de acrílico sob medida para o espaço. Tudo é feito por eles, desde o display até os elementos de decoração. Tudo é pensado de acordo com o desejo do cliente, em um dos episódios, onde um aquário com o tema “máfia” precisava de um “sapato de cimento” o sapato usado foi de um dos integrantes e ele ficou o resto do programa andando de meias de um lado para o outro.

No final do programa, o integrante que perdeu o sapato recebe uma caixa de presente com outro par, mas antes de abrir ele fez um baita drama, imaginando que poderia ser uma pegadinha ou alguma brincadeira, com algo pulando de dentro da caixa.

Estes momentos de descontração estão presentes em todos os episódios e dão o clima de humor no programa.

A montagem

A hora da montagem é quando eles colocam tudo aquilo que pensaram em prática e as vezes algumas coisas dão errado, aliás, quem já não passou por isso?

Confesso que senti falta de maior explicação sobre os equipamentos e o sistema de filtragem, iluminação, aquecimento, resfriamento e outros itens também são deixados de lado. Quando um aquário é entregue é possível ver o sump com bombas de retorno, skimmers, reatores, mas nada é explicado, é como se não fizesse diferença para o publico, e se pararmos para pensar mesmo, talvez isso tornaria o programa maçante e perderia bastante do interesse para quem não é um aquarista realmente.

Escolha dos animais

Essa parte é sensacional, a loja onde compram os peixes é um paraíso para qualquer aquarista. São peixes raros, belíssimos, em cardumes, sozinhos, em composições de cores e formas que deixariam qualquer um de nós parados no meio da loja sem saber para onde olhar.

Durante a escolha eles comentam os animais e falam sobre as suas características e isso é bem legal, pois ajuda a entender a questão de territorialismo dos animais, comportamentos, alimentação e compatibilidade com o tipo de aquário.

O bom de usar o dinheiro dos outros para montar o aquário é que eles não passam vontade, o peixe que eles gostarem eles levam, simples assim… Que inveja!

Mas caraca, cade a ciclagem?

Aqui sim vejo um problema… a ciclagem! O aquário é montado no mesmo dia, é feito todo o procedimento de mistura de sal, substrato, rochas e logo em seguida são inseridos os peixes, algo que vai contra todos os princípios do aquarismo… uma pena ser abordado desta maneira, acreditamos que os animais sofram muito nesse processo, pois, os níveis de nitrito, nitrato e amônia em um aquário marinho nos primeiros dois meses é absurdo.

Isso leva o telespectador a ter a vontade de montar um aquário, ele vai a uma loja de aquarismo ou pet shop, compra o aquário, substrato, sal, bombas, ração e os peixes em uma única tacada e parcela em algumas vezes.  Monta o aquário e já coloca os peixes sem o período inicial de ciclagem e sem os devidos cuidados, alguns dias depois ele começa a perder os animais e acaba desistindo do Hobby, o que acontece em 60% dos casos.

Nossa avaliação

Com agua até o pescoço pode trazer diversão durante 1 hora por semana para quem gosta de animais e está iniciando no aquarismo, mas para quem é mais critico como nós, aquaristas, é uma forma de prejudicar e muito o hobby.

Achamos que o programa deveria ter uma roupagem diferente, sendo preservado o tempo de ciclagem, feito alguns testes e mostrando ao telespectador porque isso foi feito e de maneira didática passar o conceito correto sobre o aquarismo.

Definitivamente, aquários como os que eles trabalham são objetos de desejos e os proprietários tem condições de gastar alguns milhares de dólares com os animais e não se importarem se os mesmos viverão bem no aquário. Uma pena!

 

Onde assistir: Canal Animal Planet

Quando: Quintas-feiras as 22h00

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s